Em jogo com duas viradas, Bayer Leverkusen volta a vencer Borussia Dortmund após quatro anos
Foto: Divulgação/Bundesliga

"De tirar o fôlego!" Essa foi a forma como os espectadores classificaram a partida jogada por Bayer Leverkusen e Borussia Dortmund neste sábado (08). O time aurinegro precisava da vitória para continuar na briga pela liderança, e chegou a ficar na frente do placar em duas ocasiões, mas viu a sua defesa falhar em momentos decisivos e amargou a derrota no final do jogo.

Empate relâmpago e gol de estreante

A partida começou muito estudada pelos dois lados. Para a partida, o técnico Lucien Favre optou por avançar o Julian Brandt para o lugar do lesionado Marco Reus e por colocar o Emre Can como titular pela primeira vez. Como resultado, o seu time ficou mais defensivo, mas perdeu a boa armação que é feita pelo camisa 10 da seleção alemã, que foi facilmente anulado pelas linhas de meio campo defensivas formadas pelo Peter Bosz.

Aos 20’, Nadiem Amiri conseguiu acionar o atacante Kevin Volland com um bom passe enfiado para que ele vencesse o Manuel Akanji com facilidade e saísse de frente para o gol do Borussia Dortmund. Sem perder a oportunidade, ele chutou cruzado e fez 1-0 para o time da casa, que logo tratou de buscar o resultado. Dois minutos depois, Julian Brandt desistiu de cobrar um escanteio a favor do Dortmund por que a torcida rival estava atirando objetos nele e deixou a bola para o Sancho. O inglês fez a cobrança com maestria e Mats Hummels empatou a partida com seu primeiro gol após o seu retorno a Dortmund.

O jogo continuou no mesmo ritmo intenso até que aos 33’, o novato Emre Can chutou de longe para fazer um golaço, o primeiro de longa distância do BVB depois de muito tempo. A essa altura os torcedores do Dortmund respiraram aliviados e contavam que o histórico de vitórias sucessivas do time aurinegro fosse se repetir, mas aos 43’, após jogada de escanteio, Jonathan Tah recuperou a bola e encontrou o Volland livre de marcação para fazer 2-2.

Falhas defensivas e virada fulminante

O Dortmund começou o segundo tempo partido para o ataque, mas seguiu dando muitos espaços para os seus oponentes. Em um contra-ataque, o jovem Kai Havertz saiu sozinho na frente do goleiro Roman Bürki e finalizou na trave, e logo em seguida, o Borussia chegou a mais um gol: aos 60’, após boa jogada do Jadon Sancho, Achraf Hakimi passou a bola para o português Raphaël Guerreiro, melhor jogador aurinegro da partida, marcar o terceiro e colocar seu time na frente novamente.

Se a partida parecia estar enfim encaminhada para o BVB, a sua defesa mudou o rumo das coisas. Jogando de forma inconsistente e sem exercer pressão o bastante, o Bayer Leverkusen foi para cima e começou a com cada vez mais perigo. Aos 81’, Leon Bailey pegou uma sobra de bola livre de marcação e empatou a partida e aos 82’, o time da casa recuperou a posse logo após a cobrança do meio-campo e Lars Bender fez de cabeça após receber um cruzamento do Daley Sinkgraven para dar números finais ao jogo.


Com a derrota, o Borussia Dortmund estacionou na terceira colocação e pode ser ultrapassado pelo Borussia Mönchengladbach, já o Leverkusen se firmou na quinta colocação e não pode mais ser superado nesta rodada.

A próxima partida do Dortmund será na sexta-feira (14) em casa contra o Eintracht Frankfurt, já o Bayer viaja até Berlin, onde enfrenta o Union no sábado (15).

VAVEL Logo