Arsenal aproveita chances e conquista virada contra campeão Liverpool
Foto: Divulgação/Arsenal

Os clássicos ingleses são um dos mais tradicionais de todo o futebol. Mesmo tratando-se de dois times em fases diferentes na Inglaterra, o confronto entre Arsenal e Liverpool sempre trouxe excelentes jogos para os espectadores da Premier League.

Mesmo sendo um confronto à parte da realidade dos times - já que o Liverpool já entrou em campo como campeão do torneio e o Arsenal figurando apenas na 10ª colocação do campeonato, o jogo não deixou a desejar, no Emirates Stadium nesta quarta-feira (15), pela 36ª rodada da Premier League.

Com poucas mudanças tanto por parte dos comandados de Klopp e de Arteta, as equipes entraram em campo praticamente com o que tinham de melhor em seus respectivos plantéis para a partida no Emirates Stadium. Aubameyang, entretanto, foi uma das surpresas a figurar no banco de reservas dos Gunners.

Dentro de campo, os dois times já deram os devidos indícios de que o início da partida seria bem elétrico. Dito e feito. Mesmo sem a necessidade incessante pela vitória, foi o time visitante quem deu mais trabalho para o Arsenal nos minutos iniciais.

Após uma trapalhada na reposição de bola do goleiro Martínez, que chutou em cima dos pés do brasileiro Firmino, a bola quase acabou na meta do Arsenal, porém resvalou na trave e saiu para a linha de fundo.

Entre algumas das várias trapalhadas de David Luiz e Holding, o Liverpool quase chegou ao primeiro gol em duas oportunidades puxadas por Salah antes dos 10 minutos de partida. Depois de bastante apertar e deixar os Gunners bastante passivos na partida, Robertson encontrou Mané na grande área e serviu o atacante, que tirou do goleiro e abriu o placar no Emirates, na marca dos 20 minutos.

Por incrível que possa parecer, em contrapartida, o Arsenal tomou um rumo na partida após estar em desvantagem no jogo. Aos 32 minutos, Lacazette aproveitou a falha de Van Dijk e igualou o jogo, que dobrou de intensidade.

Até o fim da primeira etapa, o Arsenal foi bem firme nos contra-ataques, principalmente com as boas subidas de Cedric e Tierney, e chegou a virada, com o garoto Nelson, na marca dos 44, para o desespero de Klopp. E assim os times retornaram aos vestiários.

O ritmo do jogo na segunda etapa foi bem diferente do que foi visto na primeira. Mesmo que com quase 70% de posse de bola, o Liverpool chegou bastante ao campo de ataque, porém falhava constantemente no momento da finalização. Mané deixou seus companheiros em várias oportunidades na frente de Martínez, mas não aproveitaram as boas chances.

Na marca dos 23 minutos, Salah quase deixou tudo igual após uma excelente defesa do goleiro do Arsenal, à queima roupa. Com uma pressão gigantesca até os minutos finais, Alexander Arnold quase marcou de fora da área, beirando os acréscimos.

Mesmo com toda a pressão e sofrendo do início ao fim da partida, o Arsenal, que teve três vezes menos chutes a gol que seu adversário, saiu vencedor e levou a melhor diante de um Emirates vazio.

Classificação e próximos resultados

Com a vitória, os Gunners chegaram aos 53 e alcançaram a nona colocação provisória, colando no Sheffield United. Já o Liverpool se mantém na primeira colocação, com seus incríveis 93 pontos.

O Arsenal joga no sábado (18) a semifinal da FA Cup contra o Manchester City, às 15h45. Na terça-feira (21), o time visita o Aston Villa, pela penúltima rodada da Premier League, às 16h15. Um dia depois, o Liverpool recebe o Chelsea, também às 16h15.

VAVEL Logo