Milan volta à carga por Morata e propõe salário anual de R$ 36 milhões ao atacante

Rossoneri estão à procura de mais um nome para o ataque, e espanhol do Real Madrid pode ser a solução

Milan volta à carga por Morata e propõe salário anual de R$ 36 milhões ao atacante
Desejo do Milan, Morata é novamente pauta da diretoria milanista

O namoro entre Milan e Álvaro Morata já vem se arrastando desde o final da temporada passada. Negociações foram feitas entre os dirigentes espanhóis e italianos no dia da final da Uefa Champions League, em Cardiff, mas nada feito.

Após dez reforços, o clube italiano volta para a briga junto de outros clubes ingleses, que também desejam o atacante. Agora, o Milan estaria oferecendo cerca de € 10 milhões (aproximadamente R$ 36,4 milhões) de salário por temporada, como informa o jornal Gazzetta dello Sport na publicação desta segunda-feira (17).

Com passagem pela Juventus, sendo o algoz do Milan na final da Copa Itália em 2016 – marcou o gol do título na prorrogação –, o jogador foi comprado novamente pelo Real Madrid, e amargou novamente no banco de reservas para o francês Karim Benzema. Embora tenha a fama de reserva de luxo, Álvaro anotou 20 gols em 43 jogos pelo clube merengue na temporada 2016/17.

Reserva no Real Madrid, Morata chega para ser o principal nome no ataque rossonero (Fonte: Vavel)
Reserva no Real Madrid, Morata chegaria para ser o principal nome no ataque rossonero                         

A pedida do Real Madrid gira em torno dos € 70 milhões (cerca de R$ 255,3 milhões), embora tenha outras cartas nas mangas como Andrea Belotti, do Torino, e Pierre-Emerick Aubameyang, do Borussia Dortmund, Morata segue como o nome favorito para comandar a equipe no campo ofensivo.

Caso seja concretizada sua vinda para Milão, o atacante espanhol do Real Madrid será o jogador mais bem pago do elenco, superando o zagueiro Leonardo Bonucci, que assinou nos últimos dias um contrato de cinco anos com o Diavolo, onde receberá um salário de € 8,5 milhões por temporada.

Até mesmo que não seja o espanhol que venha a atuar pelo clube, Massimiliano Mirabelli, diretor de futebol do Milan, já deixou claro que um atacante deve chegar ainda nesta janela de transferências. A saída de Gianluca Lapadula para o Genoa deixa uma vaga em aberto, e os rossoneri encaminham para a 11ª contratação neste mercado.

A agremiação de Milão já anunciou André Silva (atacante), Frank Késsie (meio-campista), Matteo Muscacchio (zagueiro), Leonardo Bonucci (zagueiro), Ricardo Rodríguez (lateral-esquerdo), Andrea Conti (lateral-direito), Hakan Çalhanoglu (meia), Antonio Donnarumma (goleiro), Fabio Borini (atacante) e Lucas Biglia (meio-campista).