Com time misto, Atlético-MG recebe Fortaleza no Mineirão
Turco Mohamed ganha sobrevida no comando da equipe após vitórias em cima do Flamengo. (Foto: Pedro Souza/Atlético)

O Atlético-MG volta a campo na noite deste sábado (25) pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro para enfrentar o Fortaleza, às 21h. O tricolor do Pici foi a única equipe que derrotou o Galo no Mineirão pelo Brasileirão de 2021 e busca repetir o feito logo mais. O alvinegro, segundo melhor mandante ao lado do Palmeiras com 14 pontos conquistados e 66% de aproveitamento, quer mais um resultado positivo para confirmar o retorno da boa fase após as vitórias em cima do Flamengo por 2 a 0 no brasileiro e por 2 a 1 pela Copa do Brasil

Adversário de hoje, o Fortaleza busca melhorar o desempenho como visitante e ficar mais perto de sair da zona de rebaixamento. Em 5 partidas longe do Castelão, foram 4 derrotas e apenas uma vitória, diante do Flamengo no Maracanã. No momento, o clube ocupa a 19ª posição com 10 pontos, 5 atrás do Coritiba, primeiro time fora do Z4. O triunfo sobre o América na última rodada e a vantagem aberta contra o Ceará pela Copa do Brasil dão um novo ânimo à equipe, que quer chegar ao terceiro jogo sem derrotas.

No histórico geral do confronto, o Galo leva uma pequena vantagem sobre o Leão do Pici. Em 16 jogos, o Atlético venceu 8, o Fortaleza levou a melhor em 6, além de 2 empates. Já pelo Campeonato Brasileiro, há equilíbrio: em 12 partidas, cada equipe venceu 5 vezes, e houve 2 empates.

  • Com ausências importantes, Turco Mohamed deve descansar titulares

Com o duelo contra o Emelec pela Libertadores na próxima terça-feira, o Galo pode entrar em campo bastante modificado. As ausências certas são de Nacho Fernández e Mariano, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, e o atacante Keno, que lesionou a coxa durante a partida pela Copa do Brasil na última quarta-feira (22). O jogador se junta ao volante Jair, que quebrou o dedo na rodada anterior do Brasileirão e também segue fora.

Além dos desfalques, outros titulares podem ser poupados. Na zaga, Réver pode começar atuando no lugar de Júnior Alonso. Na lateral esquerda, o treinador pode optar por Rubens caso deseje poupar Guilherme Arana. O jovem jogador do Galo também pode ser escalado no meio campo, na vaga de Nacho Fernández, com Calebe sendo outra alternativa para a posição. No ataque, Ademir deve começar jogando, ao lado de Sávio e Sasha. O chileno Eduardo Vargas é outra opção entre os titulares.

O atacante Hulk, que revelou após a partida diante do Flamengo que vem jogando com um inchaço no pé, pode ser outro jogador poupado para o confronto diante do Fortaleza.

Provável escalação: Everson; Guga, Nathan Silva, Alonso (Réver) e Guilherme Arana; Allan, Otávio e Rubens (Calebe); Sávio (Vargas), Ademir e Sasha (Hulk).

  • Antes da Libertadores, Fortaleza quer pontuar e subir na tabela

O técnico Juan Pablo Vojvoda deve entrar em campo com as melhores alternativas que tem à disposição para encarar o Atlético. Embalado pelas vitórias diante do América-MG e Ceará, a equipe tenta emplacar a terceira vitória seguida. O clube conta com os retornos de Mateus Jussa, que não jogou no meio de semana devido a um desconforto muscular, e Lucas Crispin, reintegrado à equipe após ser afastado pela diretoria.

Entre as ausências, estão Robson, que foi diagnosticado com um estiramento ligamentar no joelho esquerdo e ficará indisponível por um mês, Zé Welison, que pertence ao Galo e que, por força de contrato, não poderá atuar logo mais. O meia Hércules e o lateral direito Tinga também estão indisponíveis, pois seguem no departamento médico.

Provável escalação: Marcelo Boeck; Ceballos, Marcelo Benevenuto, Titi; Yago Pikachu, Felipe, Ronald, Lucas Lima, Juninho Capixaba; Moisés e Romero.

  • Arbitragem

Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)

Assistente 1: Leirson Peng Martins (RS)

Assistente 2: Lúcio Beiersdorf Flor (RS)

Quarto árbitro: Vinícius Gomes do Amaral (MG)

VAR: Daniel Nobre Bins (RS).

VAVEL Logo