Bayern de Munique busca hexa da Champions League; relembre a campanha 
Foto: Divulgação/UEFA

Neste domingo (22), Bayern de Munique e PSG entram em campo para o jogo mais esperado da temporada, a final da Champions League. O confronto reúne os Bávaros que buscam seu sexto título da competição e o milionário time de Paris querendo o troféu inédito. A decisão em partida única será realizada no Estádio da Luz (assim como em 2014), do Benfica, na capital Lisboa, em Portugal, às 16h. 

O Bayern quer igualar a marca do Liverpool, consagrando-se como terceiro maior campeão da Liga dos Campeões com seis conquistas. São 10 finais, e 5 títulos: 1973-74 (Atlético de Madrid), 1974-75 (Leeds United), 1975-76 (Saint-Etienne), 2000-01(Valencia) e 2012-13 (Borussia Dortmund).

Essa final também trás a melhor disputa do ano. Com a confirmação do não cancelamento do prêmio Fifa The Best, que nomeia o melhor jogador do mundo, Neymar pelos parisienses e Lewandowski por parte dos alemães buscam essa premiação inédita para ambos atletas. O último brasileiro a vencer foi Kaká em 2008, enquanto a Alemanha só possui um vencedor, Lothar Matthaus em 1991. 

Bayern de Munique - Champions League 2019-20

Fase de Grupos

Vindos de um doublet nacional, o gigante da Baviera chegava para a disputa da Liga dos Campeões como um dos favoritos. A equipe ficou no Grupo B que era consideravelmente fácil com Tottenham, Olympiacos e Estrela Vermelha, e passou em primeiro sem sustos vencendo todos os jogos. 

Das partidas, a mais marcante foi o confronto contra o Tottenham no Tottenham Hotspur Stadium, em Outubro de 2019, pela segunda rodada. O placar foi 7 a 2 para os visitantes que atropelaram com 4 gols de de Gnabry, dois de Lewandowski e outro de Kimmich, selando a demissão do ex-técnico dos Spurs, Mauricio Pochettino

Oitavas de final

O primeiro desafio do mata-mata, agora contra o Chelsea de Frank Lampard que fez uma fase de grupos bastante irregular terminando em segundo lugar, um ponto a menos que o terceiro, confirmou o favoritismo Bávaro que se concretizou nos confrontos.

O jogo de ida foi em Stamford Bridge, casa dos blues, antes da paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus, em Fevereiro. Contando com gols de Lewandowski e Gnabry duas vezes, o Chelsea se viu perdido em seus domínios levando um 3 a 0, e tendo ainda um a menos com Marcos Alonso expulso aos 83 minutos.

Na volta, outra goleada e os 100% de aproveitamento do Bayern confirmados na competição. O jogo foi após a paralisação e teve como palco a Allianz Arena, na Alemanha. 4 a 1 foi o placar, com gols de Lewandowski (2), Perisic e Tolisso. Abraham descontou para os visitantes.

Quartas de final

Já em partida única, o Estádio da Luz em Portugal foi o palco de um dos maiores, ou maior, vexames da história da Champions League. O Barcelona era concorrente pela vaga na semifinal e entre os quatro melhores da Europa. Antes do jogo, clima de otimismo entre os atletas rivais, como Vidal, chegando a declarar que a equipe seria a melhor do mundo e a atuação na partida iria provar.

Dentro de campo a história foi outra. O massacre presenciado pelo mundo teve origem no primeiro tempo: 4 a 1, Thomas Muller duas vezes, Perisic e Gnabry marcaram. Na segunda etapa mais quatro gols, com Kimmich, Lewandowski e Coutinho (2). No total, o 8 a 2 e a derrota mais expressiva da história de um clube gigante como o Barcelona.

+ Top 5: os maiores vexames do Barcelona na Champions League

Semifinal 

Ainda em jogo único por conta das medidas de segurança contra a Covid-19, o último pilar e porta de entrada até a grande final ocorreu no José Alvalade, estádio do Sporting em Portugal. O Lyon, seu rival, havia eliminado grandes equipes favoritas ao título como Juventus e Manchester City.

A promessa de uma partida equilibrada se desfez antes dos 40 minutos da primeira etapa. Gnabry, duas vezes, aos 18 e 33, colocou o Bayern de Munique na frente. Já na segunda etapa o artilheiro Lewandowski selou a classificação com um gol, assim terminando em 3 a 0 com a décima classificação Bávara até a final da Champions League. 

No total, o Bayern de Munique está 100% na competição sem perder nenhum jogo, tendo o melhor ataque com 43 gols, média de 4 por partida. Além disso a equipe vem de 21 vitórias consecutivas somando todos os campeonatos, tendo a última derrota registrada em Dezembro de 2019. 

VAVEL Logo