Mais eficiente nas finalizações, PSG vira sobre Lille no fim e volta a vencer na Ligue 1
Team Pics/PSG

Na abertura da 12ª rodada da Ligue 1 2021-22, dois aspectos foram bem notados e ambos com total ligação. Nesta sexta-feira (29), PSG e Lille se enfrentaram no Parc des Princes, em Paris/FRA. No duelo dos últimos campeões nacionais, Les Dogues tiveram boa atuação e dominaram o jogo durante 60 minutos. Tiveram inúmeras chances claras de criar ótima vantagem, mas as desperdiçou. Por outro lado, diante da torcida, os donos da casa reagiram na metade final do segundo tempo e mostraram eficiência nas finalizações. Diante desses fatores, a máxima do “quem não faz, leva” e o recorrente fato dos parisienses garantirem virada nos minutos finais nesta fase inicial da temporada caracterizaram a vitória do Paris Saint-Germain por 2 a 1. Jonathan David marcou o gol do LOSC, mas os mandantes viraram com Marquinhos e Di María.

Lille explora fraquezas e abre vantagem

O início de jogo mostrou que não seria um duelo fácil. Pela primeira vez na atual edição do Campeonato Francês, o Lille teve uma atuação que recordou o ótimo desempenho na temporada passada, quando voltou a ser campeão após uma década. Nos primeiros segundos de partida, Jonathan Bamba recebeu de Renato Sanches e abriu com Burak Yılmaz na entrada da área. O atacante turco chutou forte e Donnarumma fez providencial defesa. As laterais completamente expostas facilitaram o poder ofensivo dos Dogues. Com troca rápida e objetiva de passes, os visitantes eram muito mais perigosos. Foram três bons lances.

No primeiro, Jonathan Ikoné recebeu de Renato Sanches na esquerda, fez boa jogada individual e cruzou para o meio da área. Djaló furou, Xeka ficou com a sobra e Danilo Pereira bloqueou com o joelho. Em seguida, Burak Yılmaz avançou pela direita e cruzou na medida para Ikoné marcar, mas o atacante errou o alvo. Na terceira tentativa, Jonathan David avançou pelo meio e chutou para fora.

O PSG encontrava muita dificuldade em jogar. Além dos espaços na defesa, os alas não conseguiam ter a profundidade necessária para ajudar os meias a trabalharem a bola no ataque. Restavam apenas as triangulações pelo meio. Messi tentou ser participativo e Di María era quem mais se movimentava, mas não levavam perigo.  O camisa 30 teve boa chance quando tabelou e recebeu livre no lado esquerdo da área, mas pegou mal. A resposta foi cruel. Com meia hora de jogo, após excelente troca de passes desde o goleiro Grbić, Burak Yılmaz recebeu no lado esquerdo, entrou na área e ajeitou para Jonathan David finalizar sem chances de defesa para Donnarumma e abrir o placar ao LOSC.

Di María voltou a assustar quando iniciou lance na direita com passe para Wijnaldum. O meia acionou Messi e devolveu para o camisa 11, que entrou no lado direito da área e finalizou com muito perigo na saída de Grbić, mas a bola tirou tinta. Messi tentou em falta cobrada perto da área, mas isolou.

Divulgação/LOSC
Divulgação/LOSC

Chances perdidas e Di María comanda virada

Lionel Messi nem voltou do intervalo. Com incômodo muscular na coxa durante a semana, Mauro Icardi entrou em campo, mas os parisienses continuavam atordoados. No primeiro lance da segunda etapa, Jonathan Bamba foi acionado no lado direito da área e finalizou. Donnarumma defendeu, Bamba pegou o rebote e rolou ao meio da área, mas Kimpembe apareceu para evitar o segundo do Lille na finalização de Burak Yılmaz. Os visitantes castigavam nos contragolpes. Jonathan Ikoné passou por Neymar no campo de defesa e abriu com Jonathan David no meio. O atacante avançou pelo corredor central, abriu com Yılmaz no lado direito da área e o atacante finalizou com o pé esquerdo. Donnarumma deu um tapa para evitar o gol, Renato Sanches ficou com o rebote e rolou para Jonathan David, mas finalização foi por cima da meta.

Com a troca nas duas laterais e a pressão natural dos mandantes com o passar do tempo, os 60 minutos do LOSC foram surpreendentes. Com as entradas de Dagba e Nuno Mendes, o Paris Saint-Germain contou com a movimentação pelo lado esquerdo a fim de municiar Icardi na área. Nesse momento, o Lille voltou à realidade, apenas se defendeu e repetiu a atuação comum na temporada atual. A bola parada se tornou o principal trunfo para os mandantes levarem perigo. Neymar cobrou dois escanteios em três minutos, mas Danilo Pereira e Marquinhos erraram o alvo. Em chance clara, Di María cruzou na medida para Icardi cabecear, mas a testada foi por cima do gol. Para a sorte do centroavante, a reclamação durou pouco. Aos 28 minutos, Di María recebeu de Neymar, entrou na área pelo lado esquerdo, avançou à linha de fundo e levantou a bola na medida para Marquinhos, completamente livre na linha da pequena área, arrematar de primeira e empatar o jogo.

Team Pics/PSG
Team Pics/PSG

O empate abriu o horizonte ao PSG. O goleiro Grbić começou a ser testado com mais frequência, não apenas em triangulações, mas também em finalizações de fora da área. O LOSC chegou ao ataque uma vez depois do empate, quando Timothy Weah recebeu de Renato Sanches na direita, mas finalizou para fora. Em seguida, Icardi perdeu outra chance claríssima. Em belo passe de três dedos feito por Neymar, o centroavante argentino recebeu livre na área e finalizou na saída de Grbić, que desviou e empatou a virada. Porém, como ocorreu no empate, aconteceu na virada. Aos 42 minutos, Di María tabelou com Neymar, recebeu na área e chutou forte e rasteiro no canto direito do goleiro do Lille para virar o jogo e premiar a eficiência nas finalizações da equipe, principalmente na etapa complementar.

Team Pics/PSG
Team Pics/PSG

Semana movimentada

Com o resultado, a situação foi praticamente inalterada na tabela de classificação, mas o decorrer da rodada neste fim de semana vai apontar o real panorama. Certo é que os parisienses seguem na liderança com 31 pontos, momentaneamente dez a mais que o vice-líder Lens, enquanto Les Dogues não engrenam e caem ao 11º lugar, com 15 pontos somados.

Os times terão compromissos no meio da semana pela Uefa Champions League e no próximo fim de semana pelo Campeonato Francês. Pela competição internacional, o Lille enfrenta o Sevilla no Estádio Ramón Sánchez Pizjuán, em Sevilla/ESP, às 17 horas da próxima terça-feira (2). Exatas 24 horas depois, às 17 horas da quarta-feira (3), o Paris Saint-Germain vai medir forças contra o Leipzig na Red Bull Arena, em Leipzig/ALE.

Na próxima rodada da Ligue 1, os clubes jogam no sábado (6), o LOSC vai receber o Angers no Stade Pierre Mauroy, em Villeneuve d’Ascq, na região metropolitana de Lille/FRA, às 13 horas. Por sua vez, o PSG vai enfrentar os Girondins de Bordeaux às 17 horas no Stade Matmut Atlantique, em Bordeaux/FRA.

Team Pics/PSG
Team Pics/PSG
VAVEL Logo