Palmeiras quebra recorde, goleia Deportivo Táchira e confirma melhor campanha da fase de grupos da Libertadores
Foto: Cesar Greco/Palmeiras

Na última terça-feira (25) o Palmeiras fez história jogando pela Libertadores. O alviverde recebeu no Allianz Parque o Deportivo Táchira e venceu por 4 a 1 na partida válida pela última rodada da fase de grupos da competição.

Em casa o alviverde teve hat-trick de Gustavo Scarpa e um gol de Rony para chegar aos 18 pontos na fase de grupos, além de 25 gols feitos, sendo assim o melhor ataque da história da fase de grupos da competição, superando o River Plate de 2020, que somou 21 gols nessa fase.

Além disso o Palmeiras chegou aos 18 pontos, marca que na fase de grupos da formula atual foi alcançada apenas por Vasco, em 2001, Santos, em 2007, e Boca Juniors, em 2015. Com esses pontos o Palmeiras é a melhor campanha da fase de grupos e tem a vantagem de decidir emc asa todos os jogos de mata-mata que fizer, independente do adversário.

Scarpa deu show!

Apesar de toda a pressão do Palmeiras no começo do jogo, a primeira grande chance da partida foi do Táchira, onde Simisterra recebeu na frente e bateu pro gol, mas Weverton conseguiu sair e defender, mesmo já estando fora da área, com os pés, aos 12 minutos!

Então três minutos depois, em uma jogada despretensiosa, Gustavo Scarpa levantou a bola na área e o goleiro Varela falhou muito feio, deixando a bola passar no meio das pernas ao tentar encaixar e viu a bola ir para o fundo das redes, abrindo o placar para o alviverde!

Aos 20 minutos Navarro conseguiu roubar a bola no campo de ataque, arrancou para a área e foi derrubado por Camacho, ganhando assim a primeira penalidade do jogo. Scarpa bateu no canto direito, enquanto o goleiro saiu para o esquerdo, ampliando o placar!

E aos 38 Rony recebeu na esquerda e bateu colocado, mas mandou pelo lado esquerdo do gol, com muito perigo! Seis minutos depois o Táchira chegou com Figueroa que, da direita já na grande área, chutou forte e cruzado, mas Weverton estava lá para mandar para escanteio.

No segundo tempo, logo aos três minutos, o Táchira teve um escanteio na direita, que foi levantado na pequena área e não cortado pela defesa palmeirense, com a bola sobrando para Gutiérrez desviar sozinho pro fundo do gol!

E na saída de jogo Rafael Navarro recebeu na frente, invadiu a área e bateu cruzado, mas Varela colocou para escanteio.

Então aos 11 minutos o Palmeiras voltou a ter tranquilidade no placar. Navarro recebeu no meio e conseguiu o passe para Dudu na direita. Ele chegou cruzado e Varela foi cortar, mas acertou a bola em Rony, que desviou ela para o gol, fazendo o terceiro do Palmeiras!

Aos 20 minutos o jogo virou goleada! Navarro recebeu na frente, conseguiu um lindo lançamento para Breno Lopes, que invadiu a área e foi empurrado, sofrendo mais um pênalti. Na batida foi Scarpa, que mandou no canto direito, com Varela saindo para o esquerdo, sem chances de defesa!

Aos 30 minutos Dudu conseguiu o cruzamento da direita, onde a defesa tirou mal e Wesley bateu travado. No rebote Scarpa chegou chutando com raiva e obrigou o defensor a tirar a bola em cima da linha!

Sete minutos depois Dudu fez fila, passou pelos defensores e bateu forte, mas Varela espalmou a bola para escanteio.

E aos 47 minutos, no último lance de perigo da partida quem chegou foi o Deportivo Táchira, em um cruzamento vindo da direita, onde Uribe subiu e cabeceou forte, mas Weverton voou para buscar e mandar longe o perigo!

Próximos jogos e classificação

O Palmeiras joga no domingo (29), quando entra em campo às 16h, encarando o Santos fora de casa. O Táchira joga um dia antes, às 20h30, quando enfrenta o Monagas.

O Palmeiras fechou o grupo A liderando com 18 pontos. O Emelec foi o segundo, se classificando para as oitavas, com oito pontos. O Táchira terminou com sete, em terceiro, indo para a Copa Sul-Americana e, por fim, o Independiente Petrolero foi o lanterna, com apenas um ponto ganho. O sorteio das oitavas acontece nessa sexta-feira (27), às 13h, sorteando os confrontos entre primeiros e segundos colocados, além do direcionamento de oitavas, quartas, semi e final da competição.

VAVEL Logo