Em boa fase no Brasileirão, América-MG recebe empolgado Corinthians
Treino do último sábado fechou a preparação do América para a partida de logo mais. 
(Foto: Marina Almeida / América)

Neste domingo, a Arena Independência será palco do duelo entre América-MG e Corinthians. As duas equipes, que atravessam bons momentos na temporada, se enfrentam às 18h, em partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Coelho é dono da terceira melhor sequência de invencibilidade da competição, atrás apenas de Flamengo e Palmeiras. Os oito jogos sem derrota levaram a equipe ao oitavo lugar com 36 pontos, seis a menos que o Athletico-PR, último time do G-6.

O Timão chega à capital mineira embalado pela vitória por 3 a 0 em cima do Fluminense, assegurando a vaga para a final da Copa do Brasil. Com 10 pontos de diferença em relação ao líder Palmeiras, o time do Parque São Jorge luta por uma vaga no G-4. Jogando fora de casa, o Corinthians fez até aqui 16 pontos, um aproveitamento de 41%. Nas últimas três partidas longe da Neo Química Arena, foram duas derrotas e um empate.

O América tem o fator casa favorável no Brasileirão. Dos 36 pontos conquistados, 24 foram no Horto, dando um aproveitamento de 61,5%. Além disso, o clube não sabe o que é perder na competição desde o dia 21 de julho, quando foi derrotado pelo Palmeiras por 1 a 0. Apesar da boa campanha, o time comandado por Vágner Mancini tem o terceiro pior ataque do campeonato, com 22 gols marcados, uma média de 0,8 gols por partida.

No histórico do duelo, o Timão, com oito vitórias, leva vantagem sobre o Coelho, que superou o adversário quatro vezes. Em outras sete oportunidades, prevaleceu o empate. A última vez que o América venceu o Corinthians pelo Campeonato Brasileiro foi em 2011, pelo placar de 2 a 1. De lá pra cá, foram sete partidas pelo torneio, com três empates e quatro vitórias do clube paulista.

  • Mancini tem desfalque importante no time titular

Suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o volante Lucas Kal não entrará em campo para o jogo de logo mais. Titular absoluto da equipe, o retrospecto do América sem o jogador não é animador: em 8 partidas, foram apenas 2 vitórias conquistadas. Além dele, Vágner Mancini não poderá contar com Danilo Avelar e Everaldo, que pertencem ao Corinthians. Outra ausência será de Martínez, que se recupera de trauma no pé esquerdo.

Com isso, Éder e Alê devem ocupar as vagas de Kal e Martínez e formar o meio de campo junto com Juninho. No ataque, Matheuzinho e Mastriani brigam pela vaga de Everaldo para fechar o trio de ataque junto com Felipe Azevedo e Henrique Almeida. Na defesa, Iago Maidana, que foi reserva no empate contra o Botafogo, volta ao time titular.

Provável escalação: Matheus Cavichioli; Raúl Cáceres, Iago Maidana, Ricardo Silva e Marlon; Éder, Alê e Juninho; Felipe Azevedo, Henrique Almeida e Matheusinho (Mastriani).

  • Timão deve entrar com time misto

Classificado para a final da Copa do Brasil, o Corinthians viajou para Belo Horizonte com algumas ausências no time titular. Os zagueiros Valbuena, Gil e o lateral esquerdo Fábio Santos foram poupados para o duelo contra o América. Outros dois atletas completam a lista de ausências para logo mais: Rafael Ramos e Cantillo, que estão com problemas físicos.

O técnico Vítor Pereira pode promover outras mudanças em relação à equipe que venceu o Fluminense no meio de semana. Na defesa, Léo Maná, lateral direito do sub-20, pode começar jogando no lugar de Fágner. No meio campo, Giuliano pode iniciar a partida no lugar de Renato Augusto, e Fausto Vera e Roni disputam a outra vaga. No ataque, Adson pode ocupar a vaga de Gustavo Mosquito e formar o trio de ataque ao lado de Roger Guedes e Yuri Alberto.

Provável escalação: Cássio, Léo Maná (Fagner), Bruno Méndez, Raul Gustavo e Lucas Piton; Fausto Vera (Roni), Du Queiroz e Giuliano; Róger Guedes, Adson e Yuri Alberto.

  • Arbitragem

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (FIFA/RJ)

Assistente 1: Michael Correia (RJ)

Assistente 2: Thiago Rosa de Oliveira (RJ)

VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (VAR-FIFA/RN)

Quarto árbitro: Michel Patrick Costa Guimarães (MG).

VAVEL Logo